“Cidades para Pessoas” reúne mais de 200 participantes

270

As novas profissões são pautadas na economia criativa e na sustentabilidade, a fim de otimizar recursos, identificar oportunidades de projetos e aproximar pessoas para o desenvolvimento coletivo. Diante dessa realidade e para instigar novas propostas e projetos profissionais, o Senac Jaboticabal realizou o evento “Cidades para Pessoas”, reunindo mais de 200 participantes.
A ação é inspirada no livro homônimo de Jan Gehl, que apresenta estudos de fluxos e da qualidade de vida nas cidades contemporâneas, apontando a necessidade de repensar os espaços públicos. Para Gehl, os ambientes devem facilitar e promover mais integração e interação entre os habitantes, já que a convivência entre pessoas de diferentes áreas pode resultar em soluções criativas e sustentáveis para problemas comuns.
Entre as atividades realizadas pelo Senac Jaboticabal, dentro desse conceito, estava a oficina de pintura “Tintas Naturais”, na qual os participantes extraíram pigmentos de produtos naturais, como legumes, folhas e plantas. Os tons colhidos foram utilizados para pintar materiais artesanais, e também sustentáveis, como vasos feitos com palitos de sorvetes.
Houve também a realização da palestra “Cidades Sustentáveis”, que abordou as possibilidades e alternativas para tornar Jaboticabal mais sustentável. Ideias nos segmentos de mobilidade urbana e climatização de ambientes foram sugeridas pelos participantes.
“Precisamos articular os desafios do mundo do trabalho com as mudanças da sociedade, por isso temos que possibilitar o acesso dos alunos e da comunidade a conteúdos inovadores e às discussões que estão na mira de criativos e, também, no cotidiano de muitos outros profissionais”, diz Danilo Leal, coordenador de cursos do Senac Jaboticabal.
Dentro do projeto, uma das ações que chamou a atenção de quem passava pela rua 24 de Maio foi um varal de roupas. A Feira do Desapego Solidário expôs este varal de roupas em frente da unidade para a troca de peças ou acessórios, sem nenhum custo. A ação promoveu a conscientização do consumo sustentável. Mais de 150 peças foram arrecadas e 139 trocadas pela população.
A ideia de um varal exposto em plena rua foi inaugurada em Jaboticabal pela ONG Compartilhar (Share to Impact) que colocou na Praça Dom Assis um varal com roupas para doação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.