Confinamento ou convivência?

39

A pandemia da Covid-19 tem forçado o mundo inteiro a mudar radicalmente seu modo de vida. Em função da quarentena imposta para desacelerar a disseminação do vírus, as pessoas estão fisicamente isoladas, muitas das quais sem trabalhar e com sérias preocupações financeiras. Adriana Nunan, doutora em Psicologia Clínica, listou oito hábitos que são importantes para manter o equilíbrio mental nesta época de incertezas.
1. Conversar com amigos e familiares – O isolamento físico não se traduz necessariamente em isolamento social. Hoje a internet nos permite estar conectados o tempo inteiro. E converse com quem está convivendo com você.
2. Teclar menos – As conversas em formato de texto carecem o principal elemento que nos aproxima: a voz humana.
3. Reduzir o uso das redes sociais – Já está mais do que na hora de a gente se conscientizar do potencial viciante e gerador de ansiedade das redes sociais.
4. Focar na rotina – Para evitar sair da rotina, continue tentando dormir, acordar e alimentar-se nas mesmas horas de sempre.
5. Reduzir o álcool e a comida – Quem estiver sofrendo de depressão ou ansiedade, deve reduzir a ingestão de álcool, pois este potencializa sintomas depressivos. Importante ficar atento também à alimentação: em situações de confinamento as pessoas tendem a comer demais.
6. Evitar excesso de informação –
Limite o consumo de notícias a apenas duas vezes ao dia. Tentar ficar informado o dia inteiro pode agravar quadros de depressão e de ansiedade.
7. Compartilhar experiências positivas – No meio desse turbilhão de notícias ruins, vale separarmos um tempo para focar naquilo que vivenciamos de bom.
8. Procurar ajuda – Muitos psicólogos estão realizando atendimentos online. Procure um profissional de confiança.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.