Dicas para começar e manter a atividade física em 2018

195

Entre as promessas de ano novo, começar a praticar uma atividade física e emagrecer estão sempre presentes. A segunda, é claro, está diretamente ligada à primeira, embora fazer atividade física seja prioritário não apenas para ganhar uma boa forma, mas, principalmente, para cuidar da saúde. Em entrevista ao O Combate, Frederico Kempler, professor de educação física, afirma que estabelecer metas é fundamental para manter a constância em qualquer atividade.
“Antes de mais nada, é imprescindível uma avaliação física para dar início às atividades. É ela que determinará os limites físicos e cardiovasculares de cada um, importantes fatores para estabelecer uma programação de treinamento segura e eficaz”, lembra o educador físico.
Frederico diz, no entanto, que sem registro fica mais complicado. “Estabelecer metas realistas e registrar evoluções ajuda a não desistir e motiva nas horas mais difíceis. Dar início ao exercício com a clara visão de onde se quer chegar dará sentido ao esforço realizado”, afirma ele, completando que criar uma agenda e exercitar o amor próprio. “Priorizar atividades relacionadas à qualidade de vida e bem-estar como atividade física, alimentação e sono é um ato de amor consigo mesmo. O corpo e a mente agradecerão”, comenta.
Devagar e sempre! Esta é outra dica do educador físico. Segundo ele, nos primeiros dias de atividades físicas é comum sentir uma leve dor muscular. “É importante lembrar que a dor logo passa e que isto não passa de um período de adaptação, por isto, deve-se começar devagar e de forma progressiva”, sugere.
Escolher o lugar certo é outra boa opção. “Optar por um local próximo à residência ou ao trabalho ajuda a não dar aquela ‘escapada’. Dar preferência a academias com profissionais formados, que saibam orientar de forma correta, com equipamentos em bom estado e boa higienização assegura a segurança dos alunos”, destaca Frederico.
O educador físico fala que ter prazer na atividade física faz com que as horas dedicadas a ela não sejam um fardo. “Portanto, é importante escolher uma atividade que se goste. Manter a disciplina é fundamental para que se crie o hábito de praticar atividades físicas. A continuidade se dá por fazer da ginástica uma atividade cotidiana, como o trabalho, por exemplo. O costume ajuda até mesmo a superar os dias em que não se tem vontade de praticar o exercício”, comenta.
Ele continua e dá a última dica: “Conseguir uma companhia para exercitar ajuda a motivar e manter a prática. Comemorar as conquistas e ganhar recompensas (que não sejam comida). Presentear-se por uma meta alcançada dá motivação para dar continuidade às atividades e estabelecer novas metas”, conclui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.