Diretoria da FCAV – Unesp Jaboticabal promove importante reunião

125

O atraso no pagamento do décimo terceiro dos servidores da Universidade Estadual Paulista (Unesp) em todo o Estado levantou questões que vão muito além das quetões salariais: os problemas que a Universidade vem enfrentando há alguns anos foram trazidos à tona e motivaram desde manifestações em unidades , quando reuniões no sentido de ajudar a Reitoria a encontrar o caminho para sanar as questões pendentes.
A Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV), unidade da Unesp em Jaboticabal, também promoveu uma reunião para a qual foram convidados todos os docentes, alunos e servidores da instituição a fim de que fossem feitas propostas de reforma acadêmica e administrativa, visando fortalecer a reconhecida instituição de ensino e evitar que um futuro marcado por mais problemas aconteça.
O diretor da FCAV, professor Pedro Luiz da Costa Aguiar Alves, foi procurado pelo O Combate para apresentar o que motivou a direção a promover a reunião, mas não encaminhou a resposta.
Vários docentes, no entanto, se manifestaram a respeito do encontro feito durante todo um dia no Centro de Convenções, na semana passada. É o caso do chefe do Departamento de Economia, Administração e Educação, professor Roberto Lousada. Segundo ele, a reunião, de modo geral, foi muito boa. “Houve a participação dos três segmentos da comunidade acadêmica, docentes, discentes e servidores técnicos. Foram discutidas as três propostas de reforma: administrativa, acadêmica e de sustentabilidade financeira – elaboradas pela além da permanência estudantil e a reforma departamental. Todos são temas importantes e que podem alterar a modo com a FCAV funciona”, afirmou Lousada.
Ele aprovou a iniciativa da reunião, uma vez que considera importante que todos tenham conhecimento e discutam as propostas elaboradas pela direção. “Achei importante, também, o número de pessoas presentes no Centro de Convenções. Estava praticamente lotado e as pessoas questionando e posicionando-se sobre os temas apresentados”, disse ele.
A técnica-administrativa Maria Isabel Vitale também aprovou a reunião. “Achei muito importante a reunião, pois a Universidade está passando por um momento extremamente delicado e isto afeta todos os segmentos (alunos, docentes e técnicos-administrativos). A Reitoria solicitou que todos os campus discutissem as reformas acadêmica e administrativa. Enviaram documentos já com as propostas que eles fizeram. Então, a discussão foi em torno disso, com participação de todos os segmentos”, comentou Isabel.
Ela conta que o que mais lhe chamou a atenção foi realmente a preocupação de todos com os rumos da Unesp. “É uma universidade de excelência, conhecida em todo país e também fora. Muitos alunos (graduação e pós-graduação) tanto do Brasil e de fora vêm estudar ou estagiar aqui. E eles têm a imagem que essa Universidade é maravilhosa. Infelizmente o momento está bem difícil e a Universidade deveria ser olhada com muito carinho e responsabilidade, pois forma alunos com uma bagagem excelente. Também deve-se ser olhada a pesquisa, pois é da pesquisa que sai toda a gama de desenvolvimento científico e tecnológico”, resumiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.