Doação de sangue não pode ser interrompida neste época de crise

4

O novo coronavírus foi incluído pelo Ministério da Saúde nos critérios de triagem. No momento, não podem doar os seguintes perfis: candidatos procedentes de regiões com transmissão local são considerados inaptos por 30 dias, após retorno destas áreas; candidatos que tiveram contato nos últimos 30 dias com pessoas que apresentaram infecção confirmada ou casos suspeitos dessa doença (Covid-19) são considerados inaptos por 30 dias, após o último contato com essas pessoas; candidatos que apresentaram infecção Covid-19 são considerados inaptos por um período de 90 dias, após recuperação clínica completa (assintomáticos); candidatos que tiveram contato próximo com pessoas que vieram de regiões com casos autóctones podem doar após 14 dias do contato, desde que assintomáticos.
No site da Pró-Sangue é possível saber os pré-requisitos básicos para doar. A dica é doar durante a semana, de segunda a sexta, pois o atendimento é mais rápido. Para horário de funcionamento dos demais postos de coleta acesse www.prosangue.sp.gov.br ou ligue para o Alô Pró-Sangue (11 4573-7800). Os endereços dos postos de coleta em demais regiões de SP podem ser consultados em www.saude.sp.gov.br.
Em Jaboticabal o movimento “Fazer o bem sem olhar a quem” continua de vento em popa e foi super atuante em uma campanha que aconteceu na última semana para beneficiar Guilherme Arnandes, que teve um acidente grave gerado por uma queda de bicicleta e que precisou muito de sangue. Tanto o movimento quanto as redes sociais de Jaboticabal e região se mobilizaram para doar sangue para Guilherme e caravanas foram organizadas para levar as pessoas até o Hemocentro de Ribeirão Preto.
Renata e Edson Arnandes, pais de Guilherme, ficaram extremamente sensibilizados com a quantidade de doadores que foi amealhada e com a quantidade de telefonemas, mensagens, postagens, orações e carinho do qual o filho está sendo alvo.
Até o fechamento desta edição, na quarta-feira, dia 18, Guilherme ainda estava na UTI do Hospital e Maternidade Santa Isabel, com ventilação mecânica, mas já consciente. “Está ainda um pouco sonolento, mas já até ajudou a fisioterapeuta a fazer um exercício”, disse Renata. Guilherme passou por uma cirurgia no sistema digestório e teve que ser entubado logo após a intervenção. O jovem precisou de sangue e a população de Jaboticabal e das cidades vizinhas se mobilizou, inclusive o movimento “Fazer o bem sem olhar a quem”, que há semanas já havia feito campanha para uma coleta.
Outra campanha já está sendo organizada e acontecerá no dia 25 de abril, com inscrições podendo ser feitas até o dia 20 de abril pelo telefone (16) 99185-2859 ou nas unidades da Academia Saúde Total. A coleta será feita das 7h30 às 13h, na Faculdade São Luís de Jaboticabal.
Segundo a coordenadora do movimento “Fazer o bem sem olhar a quem”, Regina Leite, a decisão de não cancelar a campanha aconteceu justamente para não esvaziar ainda mais os bancos de sangue, que normalmente já estão deficitários. Regina garantiu que todos os cuidados serão tomados para preservar a saúde dos doadores, que deverão, desta vez, agendar a doação, a fim de evitar contato próximo com os demais doadores.
“A Faculdade São Luís é grande e serão coletados sangue de 25 pessoas a cada hora. O objetivo é evitar uma grande concentração de pessoas, em respeito às normas estabelecidas pelos serviços de saúde”, ressaltou a coordenadora.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.