Educação no trânsito é tema de projeto

195

Criança é uma esponjinha de aprendizado. Isto foi comprovado pelo resultado do projeto que a professora Natalie Siqueira Pereira, da Casa da Criança Dr. Luís Gonzaga de Oliveira Costa, apresentou nesta terça-feira (13). O projeto “Educação no Trânsito”, fruto do trabalho realizado uma vez por semana com alunos do maternal, mostrou que crianças de três anos são capazes de absorver conceitos básicos de respeito no trânsito e compartilhar o aprendizado com os pais.
“Desenvolvemos atividades para colorir e aulas práticas, como passear na rua para ver o semáforo e atravessar na faixa de pedestre. Foram ensinadas as principais placas de trânsito, identificação das cores do semáforo, a finalidade, o uso do cinto de segurança, a importância da cadeirinha, o uso do capacete para motociclistas, meios de transportes, bem como não colocar a cabeça ou qualquer parte do corpo fora da janela do carro”, contou Natalie.
Segundo ela, os objetivos do projeto foram identificar a educação para o trânsito como fator de segurança pessoal e coletiva; identificar comportamentos que proporcionem segurança no trânsito e os comportamentos que comprometam essa segurança; interpretar mensagens de sinalização de trânsito; reconhecer as cores dos sinais de trânsito; e trabalhar as virtudes com a família (paciência, temperança, disciplina, tolerância, responsabilidade e humildade no trânsito.
“É importante fazer com que as crianças cresçam com consciência, gerando uma mudança de comportamento e prevenindo acidentes. Eles estão aprendendo e ensinando aos pais, corrigindo-os no trânsito. Estão atentos para o uso do cinto de segurança, a necessidade de respeitar a faixa de pedestre e não passar no sinal vermelho”, disse.
Natalie conta que embora os pequenos estejam chamando a atenção e sendo fiscais dos pais, estes não estão reclamando. Pelo contrário: aplaudiram a iniciativa e na terça-feira desta semana tiveram a oportunidade de ver seus filhos aplicando “na prática”, com carros de papelão confeccionados por eles, como é que deve ser o comportamento de um motorista responsável.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.