Enquanto SP e Brasil padecem com Covid-19, Jaboticabal mantém curva epidêmica sob controle

29

Embora muitas pessoas acreditem que a Covid-19 não é um problema sério, o número de pessoas que está respeitando as orientações dos agentes de saúde, em Jaboticabal, está aos poucos aumentando. Há ainda uma parte da população que tem resistência às orientações dos especialistas. Segundo dados da Prefeitura de Jaboticabal, a taxa de adesão ao distanciamento social na cidade oscilou de 33% a 58%, no período de 5 de março a 25 de abril.
A doença que fez o mundo parar, entretanto, por enquanto só pode ser controlada com medidas de distanciamento social e higienização das mãos. A adesão da população ao distanciamento social é, portanto, o único remédio até o momento capaz de reduzir as chances de contágio e, consequentemente, o número de mortes pela Covid-19.
Apontada como a maior epidemia do século, a pandemia do SARS-CoV-2, o novo coronavírus, interrompeu campeonatos mundiais, conferências, shows e outros eventos em todo o mundo, que foram cancelados, adiados ou transformados em virtuais, à medida que o coronavírus continua sua disseminação global. Torneio de Wimbledon, UEFA (torneio europeu de futebol), Eurocopa, Copa América, Nascar (torneio automobilístico), Maratona de Boston, uma das principais do mundo, palestras de cientistas renomados, encontros sobre economia, bionergia, etc. Tudo cancelado em função de uma doença que ainda conta com o descaso de tanta gente.
Em Jaboticabal, a Festa do Quitute, o Rodeio Show, bem como atividades culturais e palestras educativas foram canceladas.
“Jaboticabal apresentou muitos casos no final de março e começo de abril. Chegamos a ficar com índices parecidos com Ribeirão Preto. O cenário era muito preocupante. Fechamos escolas, o comércio e implantamos a quarentena. As pessoas se assustaram com a quantidade de doentes e mortos e se trancaram em casa. Como resultado, tivemos a queda nos números de suspeitos, o que deveria ser uma ótima notícia. Porém, muitas pessoas acharam que o perigo já havia passado e voltaram a sair nas ruas”, comentou o prefeito José Carlos Hori, lembrando que Jaboticabal está abaixo do esperado. “Devemos manter 70% da população dentro de casa. Aqui temos apenas cerca de 50%. As pessoas precisam se conscientizar e ficar em casa. A prefeitura está fazendo a sua parte, mas precisamos da ajuda da população para vencer essa guerra”, solicitou o prefeito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.