Espadrille, o sapato de corda que conquistou as mulheres

189

Manter a elegância em cima de um salto alto, vamos combinar, pode parecer tarefa difícil, mas não é. Tem um tipo de calçado que surgiu para ajudar as mulheres a unir beleza, feminilidade e conforto: o espadrille. O que é? Um tipo de sandália com solado de corda, que pode ser encontrada em diversas variações de saltos e modelos.
Os espadrilles (sapato espadrilho, alpargatas) são lindos, casuais e combinam com o verão. Todas! Mas uma linha especificamente chamou a minha atenção: a Alice, da marca Arezzo (oba! Em Jaboticabal temos uma loja da Arezzo para conferir o que estou dizendo!). Esse é o tipo de sapato que é confortável, para uma moda mais casual e, ao mesmo tempo, harmoso. Quem possui não se arrepende.
A opção com salto (em geral anabela, plataforma, “wedges”) possui suavidade, leveza. Nada de sapato pesado. Geralmente, esses sapatos possuem tiras ou fitas que se prendem ao tornozelo. O charme é justamente esse! No caso da linha Alice, da Arezzo, o que mais gostei foram as cores, suavizadas em tons de verdes, rosa e azul pastéis, ou em cores quentes como o laranja.
E a pergunta que não quer calar é como usar espadrille? Essa é a dúvida de muitos. Resposta: casual sempre. Um sapato que “quebra o gelo”, dá aquela “cara” informal no visual. Nem pense em usar espadrilles com roupa social demais, vestidos de festa. Esse é o tipo de sapato totalmente casual, adequado para ocasiões informais.
Colorido combinando com a roupa. Se a espadrille for colorida, certifique-se que a cor e/ou estampa combina com a roupa. Com calças que mostram o tornozelo e mais justas fica ótimo. Legging, calça capri, calça cigarrete, uma skinny ficam super legais! Se o seu espadrille for baixo, dá para construir um estilo super descontraído e informal. Do tipo: “vestiu a roupa e saiu de casa”. Crie, brinque com o casual.
Abuse da feminilidade com a composição com um vestido de tecido leve. Super romântico e elegante. Quer algo um pouco mais sério? Que tal um vestido “lady like“? Ou, quem sabe um tubinho com o comprimento mais longo. Com vestido maxi também fica legal.
Um recado: não se escravize pela moda. Mesmo quando o espadrille não está em voga, não quer dizer que você não possa usá-lo. É uma peça atemporal porque une tudo o que uma mulher precisa nos dias de hoje: conforto, beleza e aquele toque sutil de sofisticação e feminilidade. Palmas para ele!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.