Jaboticabal tem novo secretário de Agricultura

324

Desde a segunda-feira desta semana, dia 24, a “Capital do Amendoim” tem um novo secretário de Agricultura: o engenheiro agrônomo Aldo Bellodi Neto assumiu a pasta que até então estava sob responsabilidade de André Kiyoshi Nozaki. Nozaki, que é servidor público há 18 anos, optou por pedir exoneração. “Fui avisado na sexta-feira pelo prefeito em exercício que precisariam do meu cargo. Na segunda já não estava mais sob minha responsabilidade e optei por pedir minha exoneração”, informou Nozaki.
Aldo Bellodi fez curso de Gestão de Agronegócios; é tesoureiro do Sindicato Rural de Jaboticabal; conselheiro de Administração da Socicana (Associação dos Fornecedores de Cana de Guariba); conselheiro fiscal Orplana (Organização de Plantadores de Cana da Região Centro-Sul do Brasil), em Ribeirão Preto; e conselheiro fiscal da Coplana – Cooperativa Agroindustrial. Ele informou ao O Combate que ainda está inteirando-se da pasta e tão logo tenha um projeto de trabalho irá apresentá-lo à população. “Primeiro estou tomando conhecimento de tudo aqui na Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente para logo em seguida traçar um plano de ação com base nas necessidades que forem detectadas”, comentou o novo secretário.
Nozaki, que é economista e administrador público na área de finanças, administração, planejamento e saneamento básico, foi secretário da Fazenda, na gestão anterior do prefeito José Carlos Hori e, em seguida, na mesma gestão foi o responsável pela Secretaria de Planejamento. No governo do prefeito Raul Girio continuou como secretário de Planejamento, deixando a pasta apenas na troca de governo, quando assumiu a presidência do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saaej), logo após ter sido empossado secretário municipal de Saúde.
Em maio deste ano, Nozaki passou a ocupar a pasta que era chefiada por José Carlos Abreu, que foi para a presidência do Saeej. Abreu acumulava duas secretarias: a de Agricultura e de Obras e Serviços. Hoje a Secretaria de Obras está ocupada por Josué Santos, que, até então, era o chefe de Gabinete.
O governo atual começou com vários secretários acumulando duas pastas o que, segundo o prefeito licenciado José Carlos Hori, era uma medida de economia. Além de José Carlos Abreu, Elivaine Silva ocupava a presidência do Seprem e era secretária de Assistência Social, cargo que após os primeiros meses já foi passado para Tatiana Pellegrini. Wellington Caiado Castro estava à frente da Secretaria de Governo e da Secretaria de Administração. A segunda, no entanto, foi passada para José Silvio Vantini Júnior e atualmente está sob responsabilidade de Leonardo Yamazaki. Vantini Júnior foi para a Secretaria de Indústria e Comércio, que Paulo Polachini acumulava com a Secretaria de Planejamento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.