Jaboticabalenses curtem o carnaval em Taquaritinga e Monte Alto

26

As redes sociais viraram, neste feriado, o muro das lamentações de jaboticabalenses que amam o carnaval e, principalmente, carnaval de rua. A cidade ficou vazia nas quatro noites de folia, enquanto as vizinhas Taquaritinga e Monte Alto recebiam um grande número de jaboticabalenses.
Quem acha que o poder público deve investir em outras ações, gostou. Já quem curte a maior festa do Brasil, queixou-se que pelo menos bloco de rua, como as cidades vizinhas, Jaboticabal poderia ter. O carnaval na cidade ficou restrito a alguns clubes, que optaram por um batuque à beira da piscina. No Lago Municipal, os ambulantes se reuniram e contrataram duas bandas para alegrar as noites, mas o movimento permaneceu o mesmo dos fins de semana sem feriado.
“Sou músico e trabalhei com vários músicos de Jaboticabal em grupos musicais de Taquaritinga e Monte Alto e fiquei surpreso pelo grande número de jovens, adultos e crianças que se deslocaram de Jaboticabal para estas cidades no carnaval”, disse Charles Leite Bueno .
“O maior problema que enfrentamos em Jaboticabal é a lei do silêncio, que a transformou uma cidade boa para envelhecer, como foi veiculado. Mas, na verdade, é uma cidade boa para morrer. Está aí a estatística dos suicídios que comprovam isso. Nosso jovens são deixados de lado. Se observarmos as praças da cidade, eles estão lá, depois da meia-noite, por falta de opção cultural. Em algum momento isso cansa e o sentido da vida se perde. Não sou psicólogo, mas com a minha experiência em projetos socioculturais, vejo o quanto a arte e a cultura transformam a vida de um jovem e de uma sociedade. Minha opinião se resume a uma frase sobre a relação entre o Estado e a música, apresentada por Hermann Hessee e citada no livro ‘A afinação do mundo’, de Murray Schafer: por isso, a música de uma época harmoniosa é calma e jovial, e o governo equilibrado. A música de uma época inquieta é excitada e colérica, e seu governo é mau. A música de uma nação em decadência é sentimental e triste, e seu governo corre perigo”, citou um músico que preferiu manter sua identidade resguardada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.