Lidar com as variações de humor na pandemia está sendo um desafio

10

A dramaturga, roteirista e mãe Livia Piccolo toda semana bate um papo com o O Combate por meio de sua newsletter, a MaterNews, e nesta semana o assunto foi justamente a variação de humor das pessoas, mães e pais, que ainda não se acostumaram, ou já se cansaram, do estilo de vida diferente imposto pela pandemia de coronavírus.
“Desânimo, irritação, pavio curto. E lá vamos nós encarar mais um dia de quarentena cheio de altos e baixos no humor. As variações não são fáceis e, convenhamos, podem intensificar-se no período pré-menstrual. Acordar de mau humor é uma armadilha, porque ele pode arrastar-se pelo dia inteiro. Vale a pena tentar contorná-lo”, disse a expert em assuntos comportamentais.
Mas, Livia, perguntamos, como lidar com este sobe-e-desce no humor e não deixar que ele atrapalhe tudo o que precisamos fazer no dia? Ela dá alguns dicas que prometemos colocar em prática. Vamos lá!
Escolha suas batalhas:
este é um clássico da maternidade. A depender do dia, não esquente a cabeça se o brócolis ficou no prato, se foi dormir sem escovar os dentes ou se a sala está cheia de poeira. Faça um exercício mental, repita para si mesma que está tudo bem.
Não tome decisões de cabeça quente: o pavio está curto? Espere a cabeça esfriar para tomar decisões, sejam elas quais forem. Quando somos levadas pela impulsividade a chance de fazer escolhas equivocadas aumenta.
Respire, respire, respire: é clichê, mas funciona. Separe alguns minutos, sente-se confortavelmente e respire. Expire lentamente. Foque no ar entrando e saindo das suas narinas. Muita gente começou a meditar na quarentena. Não à toa.
Foque na solução: Maíra Scombatti, psicóloga, diz que às vezes só precisamos nos lamentar, e isso já alivia. Então lamente seja lá o que for. O acúmulo de roupas para lavar, a escola que continua fechada, o vizinho chato que não respeita a quarentena. E depois, mude a atitude mental: tente resolver o problema, se possível.
Sem culpa e julgamento: nos dias em que o mau humor dá as caras, a tendência é sermos duras conosco e com os outros. Alivie. Sim, você erra, mas também acerta. Não se julgue tão severamente. (Renata Massafera)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.