Mutirão reforça a luta contra a dengue

236

Entra ano e sai ano é a mesma história: as chuvas alternadas com momentos de intenso calor são situações propícias para a proliferação do aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela. No entanto, para que haja esta proliferação tem que ter um local adequado e a população ainda não se conscientizou disto. O mosquito quer água parada limpa e é imprescindível que este ambiente seja eliminado. Enquanto muitas pessoas ainda mantêm criadouros em suas casas ou negócios, a Prefeitura de Jaboticabal intensifica a busca de focos. No último sábado, dia 19, uma grande operação nos bairros Sorocabano, São Roque e proximidades foi realizada. O objetivo foi “varrer” todo e qualquer tipo de criadouros do aedes aegypti, O balanço final foi de aproximadamente 12 caminhões cheios de objetos inservíveis. “Foi uma ação bastante positiva. Os moradores nos receberam muito bem e nossas equipes conseguiram desempenhar aquilo que havíamos planejado. Agora é continuar o trabalho contando como a ajuda da população, eliminando possíveis criadouros e combatendo o mosquito transmissor”, afirma a secretária de Saúde, Maria Angélica Dias. Uma mobilização semelhante já havia sido desenvolvida no Jardim Boa Vista no começo da última semana. Apesar dos poucos casos confirmados na cidade, o aumento das chuvas serve de alerta total, até porque 70% dos criadouros estão dentro das residências. Maria Angélica lembra que ações simples podem ajudar: fiscalizar os bebedouros de água dos animais de estimação, checar o reservatório de água das geladeiras, calhas entupidas com acúmulo de folhas e ralos também merecem atenção, além de pingadeiras de plantas e recipientes como garrafas e latas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.