Palmas para a Gomes e Puccini

16

Acostumada com aplausos em cada uma de suas apresentações, a Corporação Musical Gomes e Puccini, apelidada carinhosamente de “Bandinha”, foi mais aplaudida ainda na última semana, quando aconteceu uma apresentação em comemoração a seu aniversário de 107 anos. O presidente Norberto Luppia (Beto, o regente Charlon Luís Leite Bueno e os demais 30 membros que fazem parte da atual composição da Gomes e Puccini receberam aplausos acalorados da plateia que lotou o Centro de Convenções da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV) – Unesp Jaboticabal.
“A comemoração foi excelente, com algumas homenagens ao Dr. Jeyner Valério e ao professor Waldemar Martins. A Bandinha significa para os músicos a tradição de mais de 100 anos, cuja nossas famílias fizeram parte. Em 1950, a Gomes e Puccini recebeu o título de melhor Banda do Interior Paulista. E mesmo com esta tradição, sentimos que embora o público de Jaboticabal nos valorize não há valorização pela atual gestão e nem pelos vereadores, que nem conhecem nossa história”, revelou Beto Luppia.
Segundo ele, a Bandinha tem muitos motivos para comemorar e o principal deles é manter-se viva, ativa e com qualidade ao longo de mais de um século. Os desafios de mantê-la na ativa, no entanto, são muitos. “Este ano nos apresentamos em praças por conta própria e no Festival de Inverno que teve em Monte Alto, fazendo o encontro de três bandas da nossa região: Taquaritinga, Monte Alto e Jaboticabal. O principal desafio que enfrentamos é, de fato, a crise e a falta de apoio do município e empresas. Só sobrevivemos na raça”, desabafou Beto.
Os ensaios da Gomes e Puccina acontecem na sede da banda, que fica na rua Pedro Riva, 71, atrás do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Jaboticabal (Saaej). Os ensaios são realizados todas as quintas feiras, às 20h, e os instrumentos que compõem a banda são clarinete, saxofone, trompete, trombone, tuba, bombardino e percussão.
Um pouco da sua história
A Gomes e Puccini foi fundada em 8 de agosto de 1912, originada da Banda Infantil Coronel Vaz, regida na época pelo maestro Pascoal Kpuzzoni. A Banda passou a chamar-se “Gomes e Puccinni” em homenagem ao Brasil e à Itália, por causa de dois se seus grandes compositores e maestros Giácomo Puccini e Carlos Gomes.
Em 1950, foi Campeã do Estado em concurso realizado no Teatro Municipal de São Paulo; em 1952, apresentou-se na inauguração do Parque do Ibirapuera e fez concerto em Campinas, nas comemorações do Centenário de Carlos Gomes. Daí para a frente foram vários títulos, enchendo de orgulho Jaboticabal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.