Prefeito Hori volta a promover mudanças em seu secretariado

42

O prefeito de Jaboticabal, José Carlos Hori, promoveu mais uma troca em seu secretariado. A mudança passou a vigorar no primeiro dia deste mês e, desde então, Cláudio Almeida, que estava à frente do Seprem, assumiu a Secretaria da Fazenda, que era ocupada por Adilson Martins, que foi para a Secretaria de Administração. Já Elivaine Almeida Silva, que estava responsável pela Secretaria de Administração, volta para o Seprem.
Hori informou que as mudanças foram por motivo técnico. “Preciso tecnicamente do Adilson mais perto da gestão e do Cláudio também mais perto”, declarou o prefeito. Ele anunciou, antes de começar seu mandato, sua equipe de governo para a gestão 2017-2020, garantindo que aproveitaria servidores públicos e acumularia pastas a fim de economizar. Dos secretários escolhidos à época, alguns eram funcionários de carreira: André Nozaki (Saúde), Elivaine Almeida Silva (Seprem e Assistência Social), Ângela Nazário (Fazenda), Leonardo Matsushita (Negócios Jurídicos). Hoje, deste grupo, permanece apenas Elivaine. A Educação ficou com Adilson Martins, que está há mais de 15 anos na Prefeitura, como cargo comissionado.
Dos seus secretários, naquele início de governo, quatro ocupariam duas pastas ao mesmo tempo: Paulo Polachini (Planejamento e Indústria e Comércio), José Carlos Abreu (Obras e Agricultura), Elivaine Silva (Seprem e Assistência Social) e Wellington Caiado Castro (Governo e Administração).
Um tempo depois, o prefeito anunciou mudanças no secretariado nas Secretarias de Educação, Fazenda, Saúde e Administração e na autarquia Seprem. Cláudio Almeida, que foi secretário de Educação no segundo governo de Hori, voltou à cena como superintendente do Seprem, ocupando o lugar de Elivaine Almeida Silva, que passou para a pasta de Administração. Leonardo Yamazaki se tornou secretário de Educação. O antigo secretário de Educação, Adilson Martins, assumiu a Secretaria da Fazenda, pasta até então sob o comando da funcionária de carreira Ângela Nazário Fonseca, que passou a ser chefe de Gabinete da Fazenda.
Maria Angélica Dias, que ocupou o lugar de Nozaki na Saúde quando ele foi para o Saaej, saiu para dar lugar João Roberto da Silva. José Sylvio Vantini Júnior assumiu a Secretaria de Indústria e Comércio; Tatiana Pellegrini a de Desenvolvimento e Assistência Social; e Aldo Bellodi Neto passou a ser secretário municipal de Agricultura. As medidas, adotadas, segundo entrevista do prefeito Hori, eram necessárias para manter o time ligado e pronto para trabalhar em prol do desenvolvimento de Jaboticabal. Desde o início de seu mandato, apenas Wellington Caiado Castro e Paulo Polachini não foram mudados, embora deixassem de acumular pastas. A Secretaria de Obras hoje tem à sua frente Josué Santos, que ocupou o lugar de Abreu, quando este passou para a ser presidente do Saaej; e a Secretaria de Negócios Jurídicos está sob o comando de Gustavo Henrique Zanon Aiello, já que Matsushita passou em um concurso na Câmara de Jaboticabal.
Faltam 14 meses para encerrar o atual governo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.