Sessão solene em homenagem ao Estadão

201

Exatamente uma semana após um momento especial de reencontro entre velhos amigos no Encontro de Jaboticabalenses, a emoção toma conta novamente de muitas pessoas que participaram da sessão solene realizada com o objetivo de comemorar o centenário da Escola Estadual Aurélio Arrobas Martins, o Estadão. A sessão solene aconteceu na última sexta-feira, dia 20, no Salão Nobre “Mário de Campos”. Foram entregues, na solenidade, cem medalhas comemorativas a cem pessoas que fizeram parte da história do estabelecimento de ensino. Ex-alunos, professores, professores aposentados e dirigentes que ocuparam as salas do “Estadão” estiveram presentes, ou representados, para o recebimento da homenagem, um ato simbólico em nome de todos aqueles que contribuíram e fizeram parte da escola ao longo deste centenário. A medalha foi instituída pelo Decreto Legislativo nº 639/2015, de autoria da então vereadora Andréa Cristiane Fogaça de Souza Nogueira, a Dra. Andrea Delegada, na Legislatura 2013-2016.  A solenidade contou com a participação de visitantes muito especiais: a nora e as netas de Aurélio Arrobas Martins, bem como a sobrinha neta, respectivamente Maria Alice Sodré Lombard Arrobas Martins, Maria Luiza Arrobas Martins,  Maria Ester Arrobas Martins, e Cristina Neme.  Maria Alice é viúva de   Luis Gonzaga Bandeira de Mello Arrobas Martins, que faleceu em 1977, e era filho do fundador e patrono do Estadão, Aurélio Arrobas Martins. As descendentes do professor que fundou a escola manifestaram a alegria de presenciar uma homenagem tão emocionante, que envolveu tantas pessoas. As pessoas que foram homenageadas na sessão solene em comemoração ao centenário do Estadão foram escolhidas por um grupo de professores da instituição de ensino que compôs a comissão para a indicação dos homenageados, sem a menor interferência da Câmara Municipal, conforme fez questão de salientar a Câmara. “Portanto, os nomes daqueles que foram homenageados na sessão solene, foram escolhidos, exclusivamente, pelas seguintes pessoas: professor Ângelo Benetti, vice-diretor do Estadão: professora Rosane Michelin Toni; professora Andréa Aparecida Ferreira De Souza, mediadora Escolar do Estadão”, declarou a Câmara.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.