Um novo conceito em reabilitação

42

Há três anos uma nova forma de abordagem para a reabilitação de portadores de dependência química foi criada em Jaboticabal: a Clínica e Estância Terapêutica Light House, que conta com uma equipe multiprofissional pautada na palavra de ordem da empresa: respeito. Este é justamente um dos principais diferenciais da clínica, além de uma sede que oferece segurança, contato com a natureza, conforto e atividades fundamentais para a recuperação dos internos.
A ideia de montar a Light House surgiu depois que uma das sócias, Bia Campana, assumiu o cargo de coordenadora do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), na Prefeitura de Jaboticabal. “Quando eu era coordenadora do CAPS de Jaboticabal, percebi a necessidade e a grande demanda que nós tínhamos em relação à procura de internações, Durante esse período, conheci o Daniel Mora que já trabalhava na área de dependência química. Unimos as experiências, as vontades, com base nas necessidades neste segmento, e criamos esta clínica que hoje é conceituada não só em Jaboticabal, mas também em toda a região”, explicou Bia Campana.
Segundo ela, a sede da Light House, que fica na Alameda Sábia, no Jardim Planalto do Bosque, é espaçosa, proporciona contato com a natureza e a segurança necessária a um tratamento tão delicado quanto o de reabilitação dos dependentes químicos. “O trabalho humanizado e o respeito, acima de tudo, são as principais características da nossa clínica”, comenta Daniel.
Segundo ele, o corpo clínico integra profissionais de várias áreas, entre psiquiatra, clínico geral, psicólogos, enfermeiros, terapeutas ocupacionais, fisioterapeuta, farmacêutico, educador físico e técnicos de enfermagem, além de monitores, cozinheiro e seguranças. Com capacidade para 41 leitos, a clínica recebe homens acima de 18 anos e oferece tratamento para todo tipo de dependência química.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.