Zina C. Bellodi lança “Babi a menina da Casa do Coco”

128

Depois de participar de uma série de projetos literários, quando achamos que ela vai “sossegar”, a nossa querida colaboradora Zina Casemiro Bellodi surge com mais uma obra. Para nossa alegria, claro. Se depender de seus admiradores, Zina não vai sossegar nunca.
Definida como uma “escritora e fotógrafa que utiliza as mesmas ferramentas: consegue descrever uma imagem com mil palavras e descreve mil palavras com uma imagem”, Zina reuniu familiares e amigos para o lançamento, em dezembro, de seu livro “Babi menina da Casa do Coco”.
Zina Bellodi publicou ainda “Função e Forma do Tradicional em Mário de Sá Carneiro”, tese de doutoramento em Cadernos de Teoria e Crítica Literária (Unesp, 1975); “Florbela Espanca — Discurso do Outro e Imagem de Si”, tese de livre-docência, em Cadernos de Teoria e Crítica Literária (Unesp, 1992); “Florbela Espanca — Discurso do Outro e Imagem de Si” (texto condensado) em Arquivos do Centro Cultural Calouste Gulbenkian, vol. XXXIII (Lisboa-Paris, 1994); “Melhores Poemas de Florbela Espanca” (Global Editora, 2005); “A Construção de um Sonho — Fazenda Santa Cruz” (Jaboticabal, Gráfica Multipress, 2011); “D. Maria Luíza Carrão Jakovac” (Gráfica Multipress, 2011); e “A Casa do Coco” (Gráfica Multipress, 2010; além de “Antologia Comentada de Literatura Brasileira – Poesia e prosa”, com Magaly Trindade Gonçalves e Zélia Thomaz de Aquino (Editora Vozes); “Teoria da Literatura Revisitada” (Editora Vozes), com Magaly Trindade Gonçalves.
Durante o lançamento de “Babi a menina da Casa do Coco”, mais uma história de família, parentes e amigos fizeram uma homenagem e entregaram para a autora a publicação “Zina por nós”. As sobrinhas Rita, Isabel e Ana Tereza leram suas homenagens e proporcionaram aos presentes um momento de muita emoção.
A equipe do jornal O Combate parabeniza Zina por mais esta obra que engrandece a literatura de Jaboticabal e do Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.