Igreja Católica celebra o Corpus Christi nesta quinta

37

Na próximo quinta-feira, dia 20, a Igreja Católica celebra a Solenidade de Corpus Christi, a Festa da Eucaristia, Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo. “Nesta Solenidade, a Igreja proclama solene e publicamente sua fé na presença real de Jesus nas espécies do pão e do vinho consagrados. É o grande sinal da unidade que faz crescer a Igreja.
Para celebrar esta importante festa nossas paróquias de Jaboticabal nos uniremos numa grande e única celebração, que acontecerá na manhã do dia 20, às 9h30, em frente à Sé Catedral”, convidou o pároco da Catedral de Nossa Senhora do Carmo, padre Ermínio Ignácio dos Reis.
Ele explicou que desta celebração da Santa Missa, memorial da Ceia do Senhor, participarão os fiéis das sete paróquias de Jaboticabal que fazem parte da Diocese. “Dom Eduardo, nosso bispo, presidirá a celebração unido aos sacerdotes que caminham à frente de nossas paróquias. Uma bela e solene procissão sucederá à celebração da Missa. Levando Jesus Eucarístico, os fiéis manifestam seu amor e adoração ao Senhor Jesus, que quis fazer-se pão para o sustento de nossa caminhada de fé”, informou padre Ermínio.
Durante o trajeto, que será parcialmente decorado, serão montados três grandes e monumentais altares. “Nestes altares serão dadas três bênçãos com o Santíssimo Sacramento. O número três lembra-nos a plenitude da benção de Deus, Uno e Trino, que nos envolve com sua bondade e presença amorosa. Assim, Ele nos abençoa e salva”, disse o pároco da Catedral.
Padre Ermínio comentou que para que este dia seja verdadeiramente uma festa, um grande número de fiéis se organizou num belo e dedicado trabalho. “A unidade brilha como sinal da Igreja de Jesus Cristo chamada a ser sinal de sua presença viva no mundo! Semeemos! Com a Graça de Deus, haveremos de colher os frutos de nossa adoração; do Coração Amoroso do Senhor Jesus presente na Santíssima Eucaristia nos venham as graças necessárias para colher os frutos de tão grande Mistério”, encerrou ele.
As maiores manifestações públicas da fé no dogma da presença real de Cristo na Eucaristia são as festas de Corpus Christi. A origem do festa remonta a uma religiosa agostiniana, Santa Juliana de Cornillon (1193 – 1258), a quem Deus revelou a conveniência para a Igreja de uma celebração dedicada a glorificar o Santíssimo Sacramento. Esta grande devota da Eucaristia foi superiora da abadia de Mont-Cornillon de Liège (Bélgica). Neste lugar de recolhimento, surgiu um movimento eucarístico que incentivou várias práticas de adoração à Hóstia Consagrada, como a Exposição e a Bênção do Santíssimo Sacramento. A primeira celebração, com o nome de “Fête-Dieu”, foi realizada no interior da igreja de Saint-Martin, em 1250, num cerimonial dirigido pelo próprio Cardeal Cher.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.