Intervenção pela Unesp

120

Os problemas que afetam a Unesp, em todas as suas unidades espalhadas pelo Estado, estão mobilizando políticos e acadêmicos, no sentido de buscar uma solução para a instituição de ensino que emprega milhares de professores e funcionários e oferece ensino a milhares de alunos. Os problemas financeiros que a Unesp vem enfrentando foram levantados principalmente depois que os professores e funcionários estatutários não receberam o 13o salário, no final de 2018. A situação aconteceu também no ano passado, mas o pagamento foi feito. Este ano, no entanto, a negociação com a Reitoria demorou mais tempo do que o esperado e agora a proposta é de pagamento em duas parcelas, uma para fevereiro e outra em maio.
O prefeito José Carlos Hori acompanhou o reitor da Unesp, professor Sandro Roberto Valentini, e o diretor da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV) – Unesp Jaboticabal, professor Pedro Luís da Costa Aguiar Alves, a um encontro com o secretário Estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi. A reunião aconteceu em Araraquara e contou, ainda, com a presença do deputado estadual Roberto Massafera.
Na pauta, o desequilíbrio orçamentário e financeiro que atinge a Unesp atualmente e a importância da universidade para o desenvolvimento de São Paulo. “A Unesp é uma das grandes joias de nossa cidade, responsável por gerar conhecimento, tecnologia e renda. Confio na sensibilidade do secretário Marcos Vinholi, que sempre foi um grande parceiro de Jaboticabal”, diz Hori.
Marco Vinholi afirmou que vai trabalhar na obtenção de recursos que serão destinados à reforma e ampliação da fábrica de ração para nutrição animal no campus Jaboticabal, que está em andamento e disse estar atento às necessidades das demais unidades, como a de Araraquara, que é a origem do atual reitor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.